Segundo pesquisador, doenças crônicas que afetam a humanidade podem ser curadas por meio do pensamento

Forma como pensamos e gerenciamos nossas emoções estão por trás da forma que a genética se expressa, afirma especialista

Lembra quando E = MC² foi matéria em sala de aula? Não? Tudo bem. Não é preciso ser “expert” em Ciência ou conhecer a famosa equação desenvolvida pelo alemão Albert Einstein. Mas, se por um lado essa fórmula é dispensável no dia a dia de quem não atua na área de Exatas, a Física se tornou essencial para ajudar a Medicina a desvendar as causas e o melhor tratamento para doenças crônicas.

Diabetes, enxaquecas, hipertensão, ansiedade e depressão, por exemplo, são apenas algumas da lista, que atingem milhões de pessoas no mundo. Elas duram muito tempo e demoram ainda mais para ser curadas — o que nem sempre ocorre. E focado em grande parte da população que sofre com essas enfermidades, nasceu o conceito de saúde quântica, no qual acredita-se que os pensamentos podem curar o corpo.

“Não somos reféns da genética. Nosso estilo de vida, hábitos alimentares, a forma como pensamos e gerenciamos nossas emoções que estão por trás da forma que a genética se expressa”, diz Wallace Liimaa, especialista em Física Quântica, ao explicar como a mudança na forma de ver o mundo influencia na saúde. “Se o que você está pensando é negativo, as células nervosas disparam; seu cérebro se comporta da forma que você pensa”, completa.

Antes de se tornar um pesquisador e criar o projeto “Saúde Quantum”, o pernambucano foi tratado com diferentes antibióticos, em busca de alívio para problemas respiratórios durante a infância e boa parte da juventude. Aos dez anos de idade, teve as amídalas removidas e ficou ainda mais fragilizado. Hoje, aos 55 anos, afirma não tomar qualquer tipo de medicamento alopático há três décadas.

“Eu já tinha tentado de tudo, não sabia o que era homeopatia e fui conhecer. Fiquei tão impressionado com a forma que o médico me atendeu (perguntou tudo sobre a minha vida, em duas horas de consulta), que me aprofundei nesse tratamento. Eles investigam todos os hábitos e chegam a um remédio único, que equilibra seu potencial energético para o corpo se curar. Tomei uma dose única e me curei”, lembra.

Resposta

Após vivenciar a eficácia do tratamento, Liimaa iniciou a busca por fundamentação científica para ajudar os próprios especialistas e propagar a divulgação do método. Após lecionar física por mais de 20 anos, tornou-se terapeuta quântico e, atualmente, viaja o mundo para compartilhar os benefícios dele na qualidade de vida do ser humano. Inclusive, recebeu um prêmio do Instituto de Ciências Noéticas (IONS) nos Estados Unidos pelo trabalho.

“Eu ensino aquilo que eu vivo. Vi preconceitos das pessoas, até dos próprios médicos. Descobri que a resposta estava na Física Quântica, o assunto pelo qual eu era apaixonado desde antes de entrar na universidade”, afirma. “É possível, sim, vencer as doenças crônicas por meio de um estilo de vida saudável e vibrações positivas, através do gerenciamento dos pensamentos e emoções, de forma a abandonar o consumo de remédios químicos”, enfatiza.

Dou aulas eventualmente em área de saúde quântica, na Universidade Federal de Recife, Unifesp, Uninter, em Curitiba. Palestras em vários países, como Índia, Peru, Sérvia, Itália, Rússia. Medicina Quântica. Desde 2014 oferece cursos online. Canal no youtube, com dicas diárias de transformação, mudança de padrão mental e dicas de saúde.

Física em prol da saúde

Segundo Wallace Liimaa, a mente é capaz de produzir vibrações por meio do pensamento, gerando um campo elétrico no cérebro. Ou seja, o corpo suscita um campo magnético associado aos sentimentos. Assim, quando uma pessoa reclama, emite uma vibração eletromagnética que atrai as pessoas com vibração similar. O resultado é uma “contaminação energética”, fragilizando o sistema imunológico, endócrino e nervoso.

“Nosso cérebro é especializado em dar valor às coisas negativas. As pessoas não são orientadas a investigar a própria dor, culpa, dificuldade de perdoar, ou de agradecer… É preciso trabalhar muito essa mudança de padrão para mudar a química do corpo. A pergunta certe é ‘qual é a origem da sua dor?’”, explica. “A manifestação dessa energia imaterial é comprovada pela Ciência”, completa o especialista em saúde quântica.

Três perguntas

Para Wallace Lima, pesquisador, professor e consultor em Física Quântica

Qual é o conceito de saúde quântica?

Passa por diversas questões, desde alimentação até a forma de pensar, possibilitando ao cérebro e ao corpo serem reprogramados. Ao compreender isso de forma profunda, você consegue contemplar a complexidade da existência humana e, assim, encontrar a autocura, o que te levará a não mais precisar de medicamentos químicos.

Como isso funciona dentro do corpo?

Uma única célula do nosso corpo realiza entre 100 mil a 6 milhões de reações químicas por segundo, o que é um dos indícios de que o nosso próprio organismo tem um potencial incrível de resolver sozinho os problemas de saúde. Mas desde que colaboremos.

Como colocar esse método em prática?

O importante é encontrar a causa e não agredir o corpo com tratamentos químicos. Você pode inibir padrões negativos, mudando hábitos alimentares e gerenciando melhor o estresse, as emoções e os pensamentos. Para isso, é preciso se manter atento, identificar quais pensamentos são repetitivos e comprometem o corpo energeticamente e quimicamente. A identificação e superação desse padrão requerem determinação e força de vontade.

Número

80% dos brasileiros morrem de doenças crônicas. Segundo o pesquisador Wallace Liimaa, a maioria trata os sintomas da doença, mas não mudam o estilo de vida. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) mudança nos hábitos alimentares já diminuiria os casos em até 90%.

Natália Caplan

Manaus (AM)

Pin It on Pinterest

Share This
%d blogueiros gostam disto: