Diz-me o que lês… dir-te-ei do que sofres

Diz-me o que lês… dir-te-ei do que sofres

Páginas anti-inflamatórias, parágrafos analgésicos e histórias que são verdadeiras doses de vitaminas. A biblioterapia, dizem, pode curar estados 
de alma através dos benefícios da leitura e não tem contraindicações. Falámos com Ella Berthoud, co-autora de Remédios...

Pin It on Pinterest